Porquê o Douro?

Porquê o Vale do Douro?

A impressionante paisagem cultural do Douro, a primeira região vinícola demarcada no mundo em 1756 e também considerada Património Mundial pela UNESCO em 2001, em reconhecimento da beleza da paisagem natural e construída e do património associado à indústria produtora do vinho do Porto. Durante séculos, a população local produziu uma grande variedade de excelentes vinhos, lutando contra adversidades naturais como a pobreza do solo, grandes declives e chuvas irregulares. As vinhas tradicionais e modernas revelam a longa história regional registrada na paisagem - uma herança cultural impar. O Vale do Douro oferece uma paisagem única no mundo, mas também experiências únicas, encantadores hotéis vínicos e Quintas, a riqueza gastronómica, cruzeiros pelo rio Douro e, claro, os vinhos - Vinho do Porto, DOC Douro e Moscatel. O Douro aguarda por si, quer venha de carro, barco, comboio ou helicóptero!

A história da Região Vinhateira

As suas origens remontam à segunda metade do século XVII, altura em que o Vinho do Porto começa a ser produzido e exportado em quantidade, especialmente para a Inglaterra. Para demarcar o espaço físico da região foram então mandados implantar 201 marcos de granito. No ano de 1761 são colocados mais 134 marcos pombalinos, perfazendo então um total de 335. Em 1907, a região demarcada é novamente delimitada, estendendo-se para o Douro Superior.

Curiosidades

* 33 mil vitivinicultores * 250 mil hectares de área, dos quais 45 mil com vinha * 208 km de via navegável entre a Foz do Douro e Barca D'Alva * Mais de 100 embarcações operam no rio Douro * 1 282,241 passageiros viajaram a bordo de embarcações no rio Douro (em 2017)

Vinho do Porto

* Categorias: Tawny, Ruby, Branco e Rosé * Estilo Ruby: Envelhecimento em garrafa Porto Ruby Reserva Porto Late Bottled Vintage (LBV) Porto Vintage * Estilo Tawny: Envelhecimento em madeira Porto Tawny Reserva Porto Tawny 10, 20, 30 ou 40 anos Porto Colheita